Alckmin eleito e Aécio vaido

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu uma longa vaia de militantes do PSDB, ao entrar no centro de convenções onde ocorreu, neste sábado (9), a eleição do governador Geraldo Alckmin como novo presidente nacional do partido. O senador mineiro havia sido avisado por correligionários de que haveria protestos contra ele no evento, mas, mesmo assim, decidiu comparecer. Por 470 votos a 3, o PSDB elegeu Alckmin. O primeiro vice-presidente do partido será o governador de Goiás, Marconi Perillo; o segundo vice, o deputado Ricardo Tripoli (SP), líder da bancada do partido na Câmara. Alckmin chegou à presidência do PSDB como uma tentativa de unificar o partido. Nas negociações que antecederam a convenção, o senador Tasso Jereissati (CE) e o governador Goiás, Marconi Perillo, desistiram de suas candidaturas à presidência da legenda. Somente em 2017, quatro tucanos terão passado pelo comando do partido.

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal