Bolsonaro começa e editar decretos que vão acabar com o poder dos governadores e prefeitos. Um absurdo!

Resultado de imagem para bolsonaro bravo
Em confronto direto com os governadores e outras autoridades, o presidente Bolsonaro começa a editar decretos que colocam em cheque o que os prefeitos estão fazendo para proteger sua população. Nesta quinta-feira, um novo decreto do governo federal "alivia" algumas medidas que em muitas cidades estão proibidas. O presidente mandou liberar as atividades religiosas. Ao ser considerado essencial, o serviço ou atividade fica autorizado a funcionar mesmo durante restrição ou quarentena em razão do vírus. Segundo o texto, no entanto, o funcionamento deverá obedecer as "determinações do Ministério da Saúde".

Por meio da mesma MP, Bolsonaro deu ao presidente da República - ou seja, a si próprio - o poder para definir por meio de decreto o que é serviço público e atividade essencial.

O decreto desta quinta-feira também torna essenciais, entre outros, os seguintes serviços:lotérica, geração e transmissão de energia, produção de petróleo, atividades de pesquisa científica e  laboratoriais, atividades médico-periciais.


Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal