Para evitar demissões governo anuncia financiamento para a folha de pagamento

Caixa Econômica anuncia redução de juros em todas as linhas de crédito

Em entrevista coletiva realizada ao lado do presidente Jair Bolsonaro, o chefe do Banco Central, Roberto Campos Neto, anunciou, nesta sexta-feira, 27, medidas de proteção ao emprego e a manutenção de negócios em meio à pandemia do novo coronavírus.

O principal envolve a criação de uma linha de crédito para pequenas e médias empresas honrarem os salários de funcionários e evitarem a falência. O programa vai disponibilizar 40 bilhões de reais divididos em dois meses, 20 bilhões de reais por mês para garantir o pagamento dos empregados durante abril e maio.

Segundo o presidente da instituição, as empresas beneficiadas pelo auxílio estão proibidas de demitir durante o período. Ele não informou quando a linha de crédito será aberta.

Ontem, o presidente da Caixa também anunciou o corte das taxas de juros do cheque especial para pessoa física, do parcelamento da fatura do cartão de crédito, de capital de giro, de empréstimos para hospitais, para o Crédito Direto ao Consumidor (CDC) e para o penhor. Os juros reduzidos entrarão em vigor em 1º de abril para o cheque especial e o cartão de crédito. Para os demais produtos, as taxas já estão em vigor. Os juros do cheque especial passaram de 4,95% para 2,90% ao mês. As taxas do parcelamento da fatura do cartão caíram de 7,7% ao mês (em média) para juros a partir de 2,90% ao mês. Para o capital de giro, as taxas máximas passaram de 2,76% para 1,51% ao mês. As taxas do CDC caíram de 2,29% para 2,17% ao mês. Os juros do penhor foram cortados de 2,1% para 1,99% ao mês. Nas linhas de crédito para hospitais, as taxas passaram de 0,96% para 0,8% ao mês.

O período em que o cliente pode ficar sem pagar as parcelas passou de 60 para 90 dias. A medida abrange o crédito a pessoas físicas, a pessoas jurídicas, a hospitais e o crédito habitacional para pessoas físicas e empresas. Com conteúdo da Veja e da Agência Brasil.


Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal