Proprietários de veículos já podem imprimir por conta própria o Certificado de Registro e Licenciamento

QR-Code identifica documento que não precisa mais ter a versão impressa dentro do Brasil
Já é possível imprimir o documento do veículo ou o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). O novo documento eletrônico (CRLV-e), adotado em 2020. O documento tem validade jurídica, assim como o CRLV Digital, com verificação por meio do QR-Code.

O último documento de licenciamento de veículo em papel moeda será impresso nesta sexta-feira (31). Além de não precisar esperar a entrega do papel de cor verde pelos correios, o motorista pode compartilhar o documento com todos que utilizam o veículo. A impressão deverá ser em papel sulfite branco e formato A4, com tinta preta, em página única.

A mudança está prevista em regramento federal (Resolução 788/2019, do Contran) e acontece em todo o Brasil. O documento de propriedade do veículo (CRV, antigo DUT) continua a ser entregue pelos Correios em papel moeda. Ainda receberão o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) pelos Correios os proprietários de veículo que pagaram o licenciamento até 29 de julho. O fim da impressão do CRLV em papel moeda coincide com o encerramento do calendário de licenciamento 2020.

Para imprimir, o proprietário deve acessar o Portal de Serviços do Denatran ou o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (o da CNH e do CRLV digitais). Precisa fazer o cadastro no portal gov.br, informando o CPF e a senha. Usuários novos precisarão se cadastrar. Para veículos de pessoa jurídica, a obtenção do CRLV-e só está disponível no Portal do Denatran, com login por Certificado Digital.

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal