Economia Compartilhada


Consumo baseado no uso, em detrimento da posse. Esse é o conceito. O modelo une, por exemplo, motoristas com lugares disponíveis em seus automóveis a pessoas com trajetos similares, e que buscam um meio mais confortável e barato de transporte. Então o negócio é compartilhar.Em termos de humanidade o compartilhamento é algo inerente a própria condição humana e a sobrevivência da espécie. O que há então de novo na economia compartilhada é, justamente, o componente tecnológico. Os aplicativos permitem que a velocidade da transação viabilize a carona amiga por meio de uma mensagem, ou encontra um estranho para emprestar a sua casa por um final de semana em sistema de permuta. Em suma, mudam-se os meios, agrega-se tecnologia.As ideias são excelentes com um mundo de possibilidades. Novas propostas surgem e empregos, antes extremamente valorizados, ficam extintos. O desafio está posto.O grande aprendizado para as empresas deve ser que o relacionamento com os clientes mudou, é hora de libertar a empresa para ganhar o mercado.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS