Crise financeira e altos custos estão inviabilizando Feiras de Móveis em todo o Brasil



Já há dois anos pelo menos, os promotores de feiras profissionais estão enfrentando a redução do número de expositores e visitantes em eventos, até tradicionais como no caso da Movelpar no Paraná. Mas não é só no Paraná. Em Bento a Movelsul e a Fimma também já enfrentaram dificuldades. Em Mirassol no interior de SP, a Movinter já não acontece mais. Outros pólos moveleiros como em Chapecó –SC que realiza a Mercomóveis e Ubá no interior de Minas que realiza a Femur também estão sofrendo . A 12ª edição Femur está mantida para este ano, de 09 13 de maio, mas apesar de alguns expositores terem fechado sua participação no evento, estão desistindo da feira. Mesmo pagando pelo espaço de exposição , decidiram não ir para não enfrentar custos adicionais. As feiras estão ficando menores e o custo promocional já não está compensando para quem promove. Ao avaliar a participação em feiras o que o expositor precisa ponderar é que além do custo de participação, muitos alavancaram sua expansão a partir desses eventos, então não dá também para desistir de tudo.



Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS