Bento já regulamentou o uso de aplicativos para transporte particular de passageiros

A prefeitura de Bento Gonçalves abriu nesta semana o cadastro para motoristas de aplicativos de transporte particular de passageiros, como o Uber. A lei regulamentando a atividade foi sancionada pelo prefeito Guilherme Pasin no dia 12 de setembro e publicada no diário oficial do dia seguinte, quando entrou em vigor. Até o final deste ano, a fiscalização será orientativa, segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Silvio Pasin. Os condutores que trabalham por aplicativo e não estiverem cadastrados serão orientados a fazer o procedimento. Os motoristas que fizerem o cadastro receberão uma licença. A partir de 2018, os condutores que não estiverem regularizados estarão sujeitos a multa. Para atuarem, os motoristas pagarão uma taxa anual de cerca de R$ 500.

POSTAGENS MAIS VISITADAS