Operação investiga crimes contra administração pública no Daer

Resultado de imagem para fraudes no Daer
Uma operação da Polícia Civil, deflagrada nesta terça-feira, investiga crimes contra a administração pública no Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). As fraudes teriam causado prejuízos ao erário de cerca de R$ 500 mil reais.São 85 policiais civis, inclusive agentes do Rio de Janeiro, com apoio de 28 viaturas, que estão cumprindo 15 mandados judiciais de busca e apreensão em Cachoeirinha, Passo Fundo, Porto Alegre, São Leopoldo e Rio de Janeiro/RJ. A ofensiva, chamada de Abecedário, tem o objetivo de apurar a existência de uma associação criminosa, crimes relacionados a licitações e contra a administração pública estadual. 

São investigados crimes licitatórios e contra a administração pública, superfaturamento, associação criminosa e possível lavagem de dinheiro. Os alvos da operação são empresários do setor de tecnologia, como Michel Costa, que teve passagem pela prefeitura de Porto Alegre em 2017, o ex-diretor-geral do Daer Ricardo Moreira Nuñez e o ex-diretor de Administração e Finanças do Daer Saul Sastre, indicado pelo PSB para ocupar o cargo no governo de José Ivo Sartori.

O pivô da história a empresa OWL Gestão e Tecnologia — depois ela trocou de nome para Disruptcode e LAB308.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS