Brasil é o 17º maior consumidor de vinhos no mundo

Resultado de imagem para 15º Concurso Internacional de Vinos y Licores Vinus 2018De acordo com levantamento da Organização Internacional da Vinha e do Vinho, o Brasil está em 14º no ranking mundial da produção de vinho, com 340 milhões de litros produzidos em 2017. Mesmo estando longe do primeiro lugar, que pertence à Itália (4,25 bilhões de litros produzidos em 2017), ainda há muito a ser explorado em nosso mercado.

Um dado curioso da empresa de consultoria Wine Intelligence mostra que cerca de 1,7 milhão de brasileiros compraram vinho pela internet no ano passado, o que equivale a um aumento de 40% em relação a 2016. Não é à toa que o país está em 3º lugar no número de consumidores online de vinho, atrás apenas da China e do Reino Unido. Os principais atrativos são os preços competitivos e a praticidade para o comprador.

Já em relação ao consumo da bebida, conforme análise do site Cuponation, Portugal é a nação campeã no consumo per capita de vinho, com média de 58 garrafas por ano, por habitante. Em seguida aparecem os franceses, com 54 garrafas; italianos, com 50; e os suíços, em terceiro, com 44 unidades consumidas, em média.

Nesse ranking, que contempla o consumo da bebida fermentada da uva de 29 países, o Brasil aparece em 17º, com 330 milhões de litros consumidos pela população anualmente, o que equivale a aproximadamente 1,7 litro per capita, ou mais ou menos duas garrafas.

Em relação ao nosso país, o vinho tem um concorrente muito forte, quase imbatível: a popular cerveja. Conforme levantamento do Cuponation, cada brasileiro consome aproximadamente 35 vezes mais cerveja do que vinho anualmente, o que dá, em média, 60,4 litros por pessoa. Ainda assim, estamos bem atrás da República Tcheca, onde são ingeridos, em média, 143,3 litros anualmente da loira gelada. (Revista Encontro).

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS