Em reunião no presídio, Lula vai mandar Haddad e Manuela concorrer

A direção do PT define nesta segunda (3) a estratégia para recorrer ao Supremo Tribunal Federal contra a decisão do TSE que tirou Lula da corrida eleitoral.

Haverá reuniões com advogados e o ex-presidente, preso em Curitiba.

Como os ministros do STF com assento no TSE não podem julgar o caso de novo, ele pode ir para a Segunda Turma da corte.

Fernando Haddad é o candidato do Partido dos Trabalhadores à Presidência do Brasil e Manuela D’Ávila é sua candidata a vice. A confirmação da substituição definitiva dos nomes na chapa petista deve vir nos próximos dias, talvez nas próximas horas.

Todo mundo sabia que isso tudo aconteceria.

As chances de Haddad e Manuela são boas. Lula tem quase 40% das intenções de voto. Não há motivo para duvidar que entre um terço e metade desses votos se desloquem para Haddad já no primeiro turno.

O horário eleitoral deve ajudar Alckmin, mas deve ajudar mais Haddad. É grande a capacidade de Lula de transferir votos, indicam as pesquisas. Mas a campanha é curta (apenas 45 dias) e o cabo eleitoral está preso.

Nos próximos dias saberemos.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS