PT já negocia apoio do centrão para segundo turno

Mesmo da cadeia Lula já está articulando com o centrão apoio no segundo turno. Acordão, ministério em troca de votos, toma lá, dá cá são armas que Lula sabe muito bem usar. Não se esquecendo que José Dirceu está solto, pronto para fazer qualquer negócio.

E ainda tem o Nordeste, que embora não ganhe eleição, pode significar a diferença de votos necessários para vencer. O Nordeste, já se sabe, vai mesmo com o candidato que o mártir apontar.

Para ganhar a eleição, caso vá para o segundo turno, o PT terá de negociar muito, sobretudo ao centro. Aliás, já está negociando. Lula tem mandado recados para Valdemar Costa Neto (PR) e Ciro Nogueira (PP) desde sua cela em Curitiba. Será que um novo governo petista vai buscar vingança, como querem os aloprados do partido? Ou, ao contrário, será pragmático e parecido com tudo o que se viu até aqui?

Não precisava, mas do ponto de vista do PT, a candidatura de Haddad legitima a eleição presidencial. Sua campanha vai bem, está crescendo e polariza com Ciro à esquerda. Chato apenas o dia do seu lançamento: 11 de setembro, data de tragédia. Toc, toc, toc.

Na pesquisa Datafolha de sexta passada, 98% dos entrevistados disseram que não mudaram seu voto em razão do ataque à faca sofrido por Bolsonaro. Fala sério, caro eleitor. (Ascânio Seleme – O Globo).

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS