A que ponto chegamos: reunião na cadeia para decidir o futuro do PT nas eleições

Resultado de imagem para policia federal curitiba
As estratégias recursais do ex-presidente Luiz Inácio Lulada Silva para continuar disputando como candidato nas eleições de outubro serão decididas na cadeia. O vice na chapa petista à Presidência da República, Fernando Haddad, irá, acompanhado de advogados, à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba amanhã traçar os rumos na corrida eleitoral. A palavra final ficará a cargo de Lula, que precisará tomar importantes decisões. Afinal, cada tática adotada pode se desdobrar em diferentes cenários. A dúvida é quais caminhos serão os mais eficientes para atingir o grande objetivo: ganhar tempo para construir uma narrativa que transfira o maior número possível de votos para Haddad.

A definição de quando substituir Lula por Haddad na chapa é uma das importantes decisões que o ex-presidente precisará tomar. O TSE estabeleceu um prazo de 10 dias contados a partir de ontem para fazer a troca. Aliados de Haddad defendem a alteração nos primeiros dias, mas a decisão pode ficar para 11 de setembro. O prazo para o TSE programar as urnas com os nomes dos candidatos se encerra em 17 de setembro.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS