Eleições: Brasil terá segundo turno entre o antipetismo e o radical


Resultado de imagem para haddad e bolsonaroNum Brasil radicalmente dividido entre o antipetismo e o petismo, o segundo turno da eleição para presidente será disputado daqui a três semanas por Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Com 97,39% dos votos apurados, não há mais a possibilidade de que outro candidato tire algum dos dois da etapa final da eleição ou de que Bolsonaro se eleja presidente já no primeiro turno. O candidato do PSL tem 46,50% dos votos válidos e o petista, 28,64%. Ciro Gomes (PDT), o terceiro, tem apenas 12,52%.

Mais do que um confronto entre dois candidatos, o segundo turno desta eleição marca o ápice da radicalização política no Brasil

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS