Não serão 15 e sim 22 ministros de Bolsonaro

Após 35 dias de transição e com sete pastas a mais do que havia prometido, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, completou seu Ministério com o anúncio do 22º integrante. Ricardo de Aquino Salles foi nomeado para o Meio Ambiente, pasta que teve cogitada sua fusão com a da Agricultura. A escolha desagradou a ambientalistas e teve apoio de ruralistas.O primeiro escalão de Bolsonaro tem seis militares, sete políticos e nove nomes de perfil técnico. Pela primeira vez desde a redemocratização, não haverá senadores na Esplanada

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS