Inconformados com a democracia, sindicalistas vão bagunçar sua vida nesta sexta-feira


O País amanheceu parcialmente paralisado nesta sexta-feira na Greve Geral convocada pelas centrais sindicais; em doze Estados mais o DF, não há transporte público; em São Paulo, metalúrgicos, químicos, petroleiros, urbanitários, professores, bancários e servidores públicos estão apresentando altos índices de adesão - o sindicato dos rodoviários (ônibus) recuou da adesão à greve e os ônibus circulam na cidade. Em muitas capitais há transtornos para a população.
 Em São Paulo, Metrô, CPTM e EMTU operam parcialmente. Militantes do MST bloqueiam a BR 290, no km 124, em Porto Alegre (RS), causando enorme congestionamento. Movimento Sem Teto bloqueia acesso ao Rio de Janeiro (RJ).Alunos e professores realizam protesto em frente ao portão principal da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária, em São Paulo (SP). Manifestantes fecham o maior complexo educacional de Maceió, o Cepa (Centro Educacional de Pesquisa Aplicada), na avenida Fernandes Lima. O local abriga escolas, a Secretaria Estadual de Educação, um centro de formação de professores e centro esportivo. BR-101 bloqueada no município de Junqueiro (AL).

POSTAGENS MAIS VISITADAS