Eis que a guerra nas redes sociais tem um novo personagem: O Pavão Misterioso

Imagem relacionada
A hashtag #OPavaoVoltou está entre as mais tuitadas neste sábado. Para quem ainda não sabe o motivo, explicamos: uma conta sem identidade intitulada “Pavão Misterioso”, conhecida por disparar fake news com a intenção de desqualificar as reportagens publicadas pelo jornal The Intercept Brasil sobre Sergio Moro, voltou a se manifestar.

Dessa vez, o perfil divulgou prints de supostas conversas entre o jornalista Glenn Greenwald, seu marido David Miranda, o editor executivo do Intercept Leandro Demori e o ex-deputado federal Jean Wyllys.

“Pois é Glenn, agora vamos dançar a sua música, já que vale invasão e informação anônima, saia dessa agora. Te pegamos, aliás, vc e seus capachos, tal qual vc é de Pierre, avançaram na escala humana de podridão. A nova corja, né Demori?”, diz o tuíte do perfil que acompanha uma série de prints que, segundo o perfil, seriam mensagens trocadas via Telegram entre Greenwald, Miranda, Demori e Wyllys."

Os supostos diálogos teriam sido obtidos por meio de uma invasão hacker ao celular de David Miranda, marido do editor do The Intercept Brasil.

Nas mensagens, os interlocutores falam sobre uma suposta compra do mandato de Jean Wyllys por Miranda e Greenwald e comentam uma suposta perda de credibilidade das reportagens da Vaza Jato.

Ao postar os prints, o perfil “Pavão Misterioso” diz que soltará novos trechos da conversa. “Foi pânico hj? Deve piorar muito domingo! São mais de 200 prints, Chips e cpfs. Não temam donzelas, vossa hora chegou, vcs são muitos mas não sabem voar!”, diz um dos tweets. E ainda faz uma proposta ao jornalista Glenn Greenwald.

“Vamos fazer uma troca Glenn? Publico os Chips e os cpfs de todos aqui e você diz que é mentira. Daí veremos o que as operadoras dizem. combinado?”.
No Twittet, internautas e o próprio David Miranda apontaram contradições que indicam que as conversas são falsas. “Galera eu sou carioca da gema! Não falo “mainha”, não Falo “Culhões” não ousaria falar assim de crianças. O pessoal é muito burro mesmo! A máquina de produzir FAKE News está a todo vapor! Não vão conseguir nos intimidar”, escreveu Miranda.

A identidade do “Pavão Misterioso” não foi revelada, porém existe a suspeita de que por trás do perfil esteja o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, que cuidou das redes sociais do pai durante a campanha eleitoral.

No Twitter, o vereador publicou nesta manhã a seguinte mensagem: “Voa pavão” e, em seguida, apagou deixando apenas a imagem da ave".


POSTAGENS MAIS VISITADAS