Pular para o conteúdo principal

Casa Valduga recebe dois prêmios na Wine South América

A imagem pode conter: bebida
A Wine South America que acontece em Bento Gonçalves até esta sexta-feira, 27 promoveu durante a solenidade de abertura oficial da feira, a entrega dos prêmios do 10 Star Wines com curadoria da Revista Prazeres da Mesa e o concurso Melhores Sucos de Uva com a organização da Embrapa Uva e Vinho.

Coordenado pelo especialista Marcel Miwa, editor de vinhos da revista Prazeres da Mesa, o 10 Star Wines reuniu um time de experts formado por 11 sommeliers e jornalistas para compor a estreia do disputado painel com os melhores vinhos e espumantes em exposição na 2ª Wine South America. No total, foram degustadas às cegas 90 amostras, em oito categorias. Para chegar aos 10 Star Wines, foi estabelecido um coeficiente que definiu o número de premiados em cada uma delas, de acordo com o número de inscritos. Além das oito categorias principais, foram reconhecidos rótulos em outros dois segmentos: Menção Honrosa – Prêmio Destaque e Best in Show (rótulo com maior nota média geral).

A Casa Valduga foi duplamente premiada.Com o espumante Ponto Nero Cult Brut Rosé e com o Gran Villa-Lobos Cabernet Sauvignon.

Confira os demais vencedores:

Espumante Brut
Salton Gerações Azir Antonio Salton Nature (Vinícola Salton)
Ponto Nero Cult Brut Rosé (Famigila Valduga / Ponto Nero)

Espumante Doce
Cooperativa Garibaldi Espumante Moscatel (Cooperativa Garibaldi)

Vinho Branco
Zanotto Sauvignon Blanc 2019 (Vinícola Campestre)
Pizzato Legno Chardonnay 2018 (Vinícola Pizzato)

Vinho Rosé
Miolo Seleção Rosé Cabernet Sauvignon / Tempranillo 2019 (Vinícola Miolo)
Vinho Tinto Brasileiro
Santa Rita Pinot Noir 2017 (Vinícola Família Lemos de Almeida)
Miolo Single Vineyard Touriga Nacional 2018 (Vinícola Miolo)
Casa Valduga Cabernet Sauvignon Villa Lobos 2012 (Famiglia Valduga / Casa Valduga)

Vinho Tinto Importado
Bodega Mendoza Vineyards 1907 Malbec 2018 (Bodega Mendoza Vineyards)

Vinho de Sobremesa – Menção Honrosa – Prêmio Destaque
Don Affonso Mistela Distinto (Vinícola Don Affonso)
Best in Show (rótulo com maior nota média geral)
Quinta Don Bonifácio Espumante Moscatel (Quinta Don Bonifácio)

Confira os vencedores dos Melhores Sucos de Uva:
Suco de Uva Tinto Integral -
Medalha de Ouro
Casa Moro, com duas amostras
Vinícola Don Affonso
Vinícola Giaretta

Medalha de Prata
Vinícola Mena Kao
Vinícola Mioranza
De Bev/Dom Eliseo Juices
Gallon Sucos Ltda

Suco de Uva Branco Integral
Medalha de Ouro

Casa Perini
Casa Moro, com duas amostras

Medalha de Prata
Vinícola Santini: L’américa Sul 2019

Suco de Uva Orgânico
Medalha de Ouro 
Cooperativa Vinícola Aurora: Casa de Bento
Vinícola De Cezaro
Econatura Produtos Ecológicos e Naturais, com duas amostras
Cooperativa de Sucos Monte Vêneto

Postagens mais visitadas deste blog

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal

Foi apresentado nesta sexta-feira(14) para um pequeno grupo de autoridades, empresários e corretores de imóveis em Arroio do Sal, o projeto de construção do novo porto marítimo do litoral norte do RS. Um grupo de investidores russos, do Grupo Doha Investimentos e Participações SA, vai construir o porto, em Arroio Seco/Arroio do Sal. Cerca de 25 mil empregos diretos e indiretos deverão ser gerados a partir da operação do porto. Os empreendedores russos têm 1 bilhão de dólares, para investir. O dinheiro já está garantido. A ideia é aproximar o comércio brasileiro da União económica euro-asiática. Um mercado comum que abrange 170 milhões de pessoas e significa um PIB da ordem dos US$ 2,2 trilhões de euros. Atualmente, a organização é composta pela Armênia, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão e Rússia. O empreendimento vai modificar sobremaneira a realidade dos municípios do litoral norte, sem contar a valorização imobiliária prevista no entorno.

Russos querem mesmo construir porto em Arroio do Sal

O deputado federal gaúcho Bibo Nunes apresentou ao governador Eduardo Leite, sexta-feira, o protocolo de intenções que demonstra o interesse de grupos privados russos em investir um total de R$ 3,56 bilhões na construção de um porto em Arroio do Sal, Litoral Norte do RS. O investimento, inicialmente projetado em cerca de 1 bilhão de dólares pelo secretário do Meio Ambiente, Agropecuária e Pesca de Arroio do Sal, Luis Schmidt, pode chegar a US$ 2,8 bilhões. A prefeitura já concedeu viabilidade econômica para o projeto. São necessárias outras liberações. Além dos investidores russos, há investidores brasileiros, como a Doha, com experiência em portos, o Grupo Del Rio, a IG Consultoria e a GS Business. A intenção do grupo, segundo o prefeito Bolão, é instalar a pedra fundamental da obra em março de 2020.

Está faltando matéria prima para as indústrias moveleiras produzirem

A Associação Brasileira da Indústria do Mobiliário (Abimóvel) e a Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) emitiram comunicado conjunto acerca do desabastecimento de painéis de madeira para indústrias e marcenarias. A pandemia provocou paralisação do consumo doméstico da matéria prima, fazendo com que as fornecedoras buscassem o mercado externo. No entanto, com a reabertura do comércio, o ritmo de produção das indústrias de móveis brasileiras cresceu rapidamente. Resultado: Desabastecimento interno. Alta nos preços. Está faltando chapa de MDF e MDP para atender a demanda nacional. A penas no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2019, a exportação do MDP cru para a China registrou aumento de 700% e caso muito semelhante ocorreu com os EUA, com alta de mais de 600%. Eis a nota: A Associação Brasileira da Indústria do Mobiliário (Abimóvel) e a Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), que representa a indústria de chapas de painéis, em atenção às manifestações de in