Governador Eduardo Leite avisa: Não vai mudar nada nos próximos 10 dias


Leite confia na aprovação dos sete projetos da reforma
As medidas de restrição à circulação de pessoas no Rio Grande do Sul não serão revistas pelo governo gaúcho até o final da próxima semana. A afirmação foi feita pelo governador Eduardo Leite, em uma manifestação pela internet, nesta quinta-feira (26). Para ele, um relaxamento nas regras, que incluem a redução de atividades econômicas, só irá ocorrer após análise do avanço do coronavírus no Estado e da capacidade de atendimento da rede.

" A quarentena deve ir, pelo menos, até o final da próxima semana, e durante a próxima semana vamos avaliar os dados, as informações da evolução do quadro de contágio no Estado, para compreendermos melhor a curva que estamos tomando e também para compreender os instrumentos que teremos para enfrentar os quadros que vão se agravar", disse.

O governador tem recebido uma pressão muito grande nas últimas horas, não só pelas entidades empresariais, que tiraram uma nota oficial para firmar posição, como pela classe política, dos partidos da base de seu governo.

Leite respondeu que há a preocupação com a economia, mas que o cuidado maior é com a "vida das pessoas". Também pontuou que nenhuma ação será tomada sem "evidências científicas" que deem segurança".

POSTAGENS MAIS VISITADAS