Na segunda atualização de dados, RS não tem nenhuma região com bandeira vermelha

Mapa DC 18 24MAI2020

A classificação das regiões de acordo com as bandeiras determinadas pelo Distanciamento Controlado foi atualizada pelo governo do Estado neste sábado (16/5). Entre os dias 18 e 24 de maio, não há regiões na bandeira vermelha. A região de Lajeado, que estava na bandeira vermelha, passou para a laranja, e a região de Uruguaiana, que estava classificada como amarela, passa para a bandeira laranja. 

No caso de Uruguaiana, que subiu de amarela para laranja, o fator predominante para a alteração foi o acréscimo de quatro casos confirmados pelo teste RT-PCR nos últimos 14 dias. Na semana passada, a soma das últimas duas semanas era de três casos confirmados por RT-PCR, número que aumentou para sete nos últimos 14 dias. Essa velocidade de crescimento justifica a alteração de bandeira na região de Uruguaiana.
Na região de Lajeado, que mudou de vermelha para laranja, a melhora em dois indicadores de velocidade do avanço de coronavírus  número de casos semanais e variação no número de internados por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em UTI  fizeram com a bandeira passasse de vermelha para laranja. O crescimento de número de casos semanais caiu de 20% para 17%, e a variação no número de internados por SRAG em UTI também reduziu em 7%.
No Rio Grande do Sul como um todo, a segunda rodada do modelo de Distanciamento Controlado observou as seguintes alterações nas duas semanas:
• número de casos confirmados por RT-PCR reduziu 6,08%, de 444 para 417;
• número de internados em UTI por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) reduziu em 1,75%, de 229 para 225;
• número de internados em leitos clínicos por Covid-19 aumentou 22,70%, de 141 para 173;
• número de internados em leitos UTI por Covid-19 aumentou 2,38%, de 126 para 129;
• número de leitos de UTI adulto disponíveis para atender Covid-19 diminuiu 5,48%;
• número de óbitos por Covid-19 diminuiu 6,25%, de 32 para 30.
De modo simplificado, as cores têm as seguintes indicações:
AMARELA – risco baixo.
A região se encontra com alta capacidade do sistema de saúde e baixa propagação da doença.
LARANJA – risco médio.
Significa que a região está com um dos dois cenários: média capacidade do sistema de saúde e baixa propagação do vírus ou alta capacidade do sistema de saúde e média propagação do vírus.
VERMELHA – risco alto.
A região se encontra em um dos dois cenários: baixa capacidade do sistema de saúde e média propagação do vírus ou média/alta capacidade do sistema de saúde, porém alta propagação do vírus.
PRETA – risco altíssimo.
Região se encontra com baixa capacidade do sistema de saúde e alta propagação do vírus.
Fonte: Secom-RS
Texto: Suzy Scarton
Edição: Vitor Necchi/Secom

POSTAGENS MAIS VISITADAS