Decotelli não resiste e pede pra sair

O professor Carlos Alberto Decotelli da Silva entregou nesta terça-feira (30) seu pedido de demissão do Ministério da Educação. A saída ocorre cinco dias depois de ter sido anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro. É uma reação ao desgaste provocado pela exposição na imprensa de uma série de controvérsias em seu currículo. Decotelli foi escolhido para assumir o MEC com a missão de “pacificar” a pasta. Isso porque tinha extenso currículo, e seu antecessor, Abraham Weintraub, acumulou polêmicas com Legislativo e Judiciário. Talvez tivesse habilidade para a missão, mas não resistiu a pressão e saiu.

POSTAGENS MAIS VISITADAS