Venda de vinhos segue em alta. Vinho de mesa domina



Foram vendidos 363,9 milhões de litros de janeiro a setembro, alta de 37% frente ao mesmo período de 2019. Os dados são da Ideal Consulting. Houve recorde de venda em julho deste ano. Foram 63,4 milhões de litros no mês, o maior número da série histórica iniciada em 2014. São 32% a mais que o recorde anterior, outubro de 2019.

Os números referem-se à venda de vinícolas para supermercados, lojas e restaurantes, somando importações. Captam, portanto, a formação de estoque e não a venda na ponta.

A fatia da bebida feita com variantes de uvas mais baratas é de 65% no período. Enquanto o vinho fino tem só 7%. A participação dos importados nas vendas caiu de 32% para 28% nos 9 primeiros meses de 2020.


Com conteúdo do Poder360

POSTAGENS MAIS VISITADAS