Geração de empregos em Bento segue em alta



Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério da Economia (ME) divulgados nesta terça-feira, 03/11, pela Universidade de Caxias do Sul, revelam que Bento Gonçalves foi o segundo município da abrangência da UCS com maior número de geração de empregos em setembro, perdendo apenas para Caxias do Sul, que teve saldo positivo de 942 vagas. Os municípios avaliados pelo Observatório do Trabalho da UCS são Bento Gonçalves, Canela, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Guaporé, Nova Prata, São Sebastião do Caí, Torres, Vacaria, Veranópolis e Vila Maria.

Bento registrou 1,7 mil admissões e 1,4 mil desligamentos, resultando em uma criação líquida de 388 empregos formais, representando um acréscimo de 0,99% dos postos. Desse modo, o município contou com um estoque de 39,4 mil empregos formais.

Em setembro, a Indústria obteve o maior resultado positivo, com geração 353 empregos. O segundo setor que mais criou empregos foi o de Serviços, com 43 novas vagas. Já o setor que mais registrou desligamentos foi o da Construção, com sete postos fechados.

O resultado de setembro marcou o terceiro mês seguido de saldo positivo, após quatro meses de desempenho negativo. Além disso, setembro deste ano teve um resultado superior na geração de empregos, em relação ao mesmo período de 2019.

O acumulado do ano contou com 308 empregos formais encerrados, uma retração de 0,78% em comparação com o início do ano. Os Serviços foram o principal motivador deste resultado, com 664 empregos encerrados. Nos últimos 12 meses foram fechados 551 postos formais, induzido, também, pelo setor de Serviços, que teve 714 demissões.


POSTAGENS MAIS VISITADAS