Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2021

Soberania Popular

  A terça-feira(24) marcou mais um capítulo na história política de Bento Gonçalves. A penalização pecuniária da chapa vencedora da última eleição municipal é injusta. Injusta porque não há irregularidade, não há condicionamento do eleitor. O voto na urna é soberano. A vontade do eleitor é o que vale. O povo elegeu segundo sua livre vontade. Argumentar que o eleitor foi condicionado a votar impactado por noticias sobre obras públicas, sobre cores de uma decoração, sobre atos administrativos decorrentes de programas sociais regulamentados por lei e presentes todos os anos no orçamento municipal é algo muito vago, sem fundamento e que significa dizer que o eleitor é burro. Sim burro, porque duvido que algum eleitor não tenha discernimento suficiente para saber em quem votar, ou para saber o que é bom, qual a melhor proposta, projeto e programa de governo. A gente segue o trabalho, muitas vezes, como é meu caso, discreto, sem grandes publicidades, fotos, publicações nas redes sociais, po