A rebelião no novo presídio de Bento revela o quanto era importante desativar a antiga casa prisional

Resultado de imagem para rebeliao presidio bento
Novas regras, nenhuma regalia, controle rígido, modernos sistemas de segurança e controle,
tudo isso confirma que o novo presídio regional de Bento Gonçalves acaba de impor à população carcerária uma nova realidade. A de que existem regras e elas devem ser cumpridas. Não serão mais os presos que irão ditar regras ao sistema sob ameaça de rebelião. A nova Penitenciária Estadual recentemente inaugurada em Bento, esperada há mais de 30 anos pela população, é antes de tudo um local de reclusão e de disciplina.

No último dia 25 de janeiro, detentos fizeram cinco reféns em uma rebelião. Pequenos focos de incêndio, na galeria D, foram gerados , mas foram controlados pelos Bombeiros. A polícia jogou bombas de efeito moral para dissipar o tumulto. Tudo começou porque, segundo familiares dos presos, os agentes penitenciários teriam se negado a atender as solicitações de alguns detentos quanto as visitas.

Mas tudo foi controlado rapidamente. Ou seja, se a ocorrência dos fatos fosse na antiga casa prisional localizada no centro da cidade, o caos seria eminente. A fuga poderia ser em massa, e a população estaria novamente entregue a própria sorte.

Rebeliões com o objetivo de pressionar a administração penitenciária para ceder diante das regras, nunca mais. 

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal