M.Dias Branco lucro R$ 189,4 milhões de janeiro a março

Após enfrentar problemas durante a crise – sofrendo com a desvalorização do real e a retração do consumo no Nordeste, seu maior mercado –, a maior fabricante de bolachas e massas do País, a cearense M. Dias Branco, tem sido destaque positivo nos relatórios de investimentos dos bancos. Em tempos de resultados magros, ela tornou-se a favorita dos analistas no setor de alimentos e bebidas.

Com sede em Fortaleza e dona de marcas como Adria e Isabela, a M. Dias conseguiu se descolar do desempenho do setor. No ano passado, o segmento de biscoitos e massas registrou queda de 2,8% no volume de vendas – no mesmo período, a M. Dias Branco avançou 6,1%. As informações são do portal Newtrade.

Dona de 30% do mercado nacional de bolachas, a M. Dias Branco chega a ter 65% de participação no Nordeste. Para continuar avançando, a empresa tem focado no Sudeste, onde investirá em uma nova fábrica em Minas Gerais.

Apesar de estar em uma situação melhor do que a da concorrência, isso não quer dizer que a M. Dias Branco não tenha sentido o impacto da crise. O grupo cearense havia penado em 2015 – com alta de 0,77% no lucro em um ano em que a inflação foi de 10,67%.

Diante desse cenário, a ordem foi elaborar um orçamento enxuto para 2016. “Percebemos que teríamos de fazer um grande trabalho de redução de custos”, destaca o vice-presidente de investimentos da companhia, Geraldo Luciano Mattos Júnior. A empresa renegociou contratos e demitiu 1 mil funcionários – hoje, são 16 mil.

O resultado desse trabalho apareceu mais claramente no início de 2017. O lucro líquido da companhia atingiu R$ 189,4 milhões de janeiro a março, o dobro do resultado dos três primeiros meses de 2016.

POSTAGENS MAIS VISITADAS