R$ 21 milhões é o tamanho da informalidade em Bento

A Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves realizou nesta quarta-feira, 26, uma audiência pública para debater a situação do comércio informal na cidade. Na ocasião foi instalada a Frente Parlamentar de Combate à Informalidade, que será presidida pelo vereador Rafael Pasqualotto (PP). Na oportunidade, foram apresentados números que mostram que a Capital do Vinho perde anualmente R$ 21 milhões com a informalidade. Os números foram revelados pelo presidente do Sindilojas, Daniel Amadio.

Infelizmente o consumo consciente de tais produtos são sinais de uma sociedade que já não se abala com a violação de normas. Combater a informalidade e a pirataria é, sobretudo, recuperar os valores éticos nas relações sociais, ponto de partida para a criação de uma sociedade próspera e justa.

Comentários