Imóvel do DAER no Bairro Planalto teve comprador

Dos três imóveis colocados em leilão pelo governo do Estado para, com o dinheiro, construir o presídio de Bento Gonçalves, apenas um teve interessado. Apenas o imóvel localizado na Rua Herny Hugo Dreher ( Casa do Superintendente do DAER) avaliado em 2,2 milhões. Os outros dois imóveis mais caros, um avaliado em R$ 24, 1 milhões, em Santa Maria, na Região Central, e outro, também em Bento Gonçalves, com valor estimado em R$ 25,2 milhões não foram vendidos. Com a falta de interessados na compra das outras duas propriedades, um novo processo de alienação será desenvolvido. Os R$ 51,6 milhões esperados com a alienação de três imóveis do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), o Piratini conseguiu garantir apenas 2,2 milhões.
O titular da SMARH, Raffaele Marsiaj Quinto Di Cameli, afirma que a ausência de propostas em relação aos imóveis avaliados em mais R$ 20 milhões cada não é um revés para o Estado, pois reflete apenas a situação atual do mercado, que pode mudar mais adiante, aumentando as chances de venda. 

O secretário salientou que esses dois terrenos e outras propriedades deverão ser colocadas à venda nos próximos meses para remanejar investimentos em patrimônio público. Ai que está o problema. Ou seja, não há garantia do Estado que este dinheiro seja aplicado na penitenciária.

— O valor da venda dos imóveis não será utilizado para despesas correntes do Estado. Ele será utilizado para outros investimentos imobiliários. Quando esses terrenos do Estado são vendidos, eles (recursos) vão para um fundo de gestão patrimonial. Os terrenos estão sendo alienados para serem transformados em patrimônios que tenham um fim social mais justificável — disse Di Cameli para a Zero Hora.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS