Moro mais popular do que o chefe



Pesquisa Datafolha apontou, ontem, o ex-juiz Sérgio Moro, ministro da Justiça, como o auxiliar de Bolsonaro mais aprovado pela população. Por ironia do destino, no dia seguinte ao presidente ter sua avaliação positiva mais reduzida. Enquanto o chefe tem apenas 28% de aprovação, o ministro chega a 54% de ótimo.

Para quem enfrenta ventos do Norte, a começar pelo Congresso, que trata com má vontade o seu projeto de combate à criminalidade e à corrupção, são números para inflar o ego de qualquer um. Moro, porém, está sendo sabotado pelo próprio presidente. O primeiro sinal foi surrupiar o Coaf, instrumento fundamental na Lava Jato e na apuração de outros escândalos.

O tiro de misericórdia está por vir: a mudança no comando da Polícia Federal. Moro não quer, mas Bolsonaro já disse que vai para a degola o diretor-geral Maurício Valeixo e ninguém acredita que o sucessor seja de fato indicado pelo ministro.

POSTAGENS MAIS VISITADAS