Em nova declaração alarmante, ministro Mandetta diz que eleições em outubro é uma tragédia

Resultado de imagem para mandetta prefeitos
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, defendeu em reunião online com prefeitos neste domingo, 22, que as eleições municipais de outubro sejam adiadas em razão da pandemia de coronavírus. O primeiro turno da disputa está marcado para o dia 4 de outubro – serão eleitos prefeitos e vereadores de todas as cidades brasileiras.

“Eu faço aqui até uma sugestão para vocês discutirem. Está na hora de o Congresso olhar e falar: olha, adia (as eleições municipais)”. Faça um mandato tampão desses vereadores e prefeitos. Eleição no meio do ano… uma tragédia. Vai todo mundo querer fazer ação política. Eu sou político. Não esqueçam disso”, afirmou.

O partido Podemos já anunciou que irá pedir ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o adiamento das eleições, ao menos até dezembro. O líder do partido na Câmara, Léo Moraes (RO), argumenta que todo o calendário eleitoral, como realização de convenções, preparação do processo – como teste com urnas eletrônicas – propaganda e propriamente os dias de votação nos dois turnos – 4 e 25 de outubro – coincidirá ainda com a presença da epidemia do coronavírus no país.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), discordou. "O problema da eleição tem que ser tratado em agosto, não agora. Se a curva do ministro [em relação à epidemia] estiver certa, quando a gente chegar em agosto nós vamos ter condições de organizar esse assunto.” disse;

Luís Roberto Barroso, que ocupará a presidência do TSE a partir de maio e, portanto, presidirá o pleito municipal, disse que não cabe cogitar nada diferente nesse momento. Ele lembrou que a data das eleições está prevista na CF, podendo ser alterada por meio do Congresso Nacional. “É papel do Congresso Nacional deliberar acerca da necessidade de adiamento, inclusive decidindo sobre o momento adequado de fazer essa definição. Se o Poder Legislativo vier a alterar a data das eleições, trabalharemos com essa nova realidade.”

POSTAGENS MAIS VISITADAS