Corrupção também é alimentada por vinhos. Odebrecht deu a Serra 66 garrafas

Comprar Domaine Romanee Conti Grands Echezeaux 1988 | Preço e ...
O senador José Serra (PSDB), ex-governador de São Paulo, recebeu cerca de R$ 220 mil em vinhos entregues pela construtora Odebrecht ao longo de cinco anos. É o que relatam as delações premiadas dos ex-execuvitos Carlos Armando Guedes Paschoal e Benedicto Barbosa, de acordo com a emissora "CNN Brasil".

Entre os vinhos recebidos por Serra, de acordo com os delatores, estariam seis garrafas de um Romanée Conti Grands Echezeaux. Cada garrafa da bebida custa R$ 21,5 mil. O presente chegou no Natal de 2009, quando Serra se preparava para ser candidato à Presidência da República pela segunda vez.

No total, foram 66 garrafas de vinho para o tucano, incluindo Alma Viva Primeira safra 1997, Chadwick, Don Melchor 2003, Léoville Las Cases, Carmin de Peumo, Chateau La Mission e Rosseau Clos-de-Beze. Em cada ocasião chegavam no mínimo seis e no máximo 12 garrafas para Serra.

Em 2002, houve outro escândalo quando se soube que o ex-torneiro mecânico Luiz Inácio Lula da Silva ganhou uma garrafa de Romanée-Conti do marqueteiro Duda Mendonça. Ele disputava a Presidência com José Serra, mais acostumado a degustar vinhos da Borgonha.

Pois é . Nada de vinhos brasileiros.

POSTAGENS MAIS VISITADAS