Sexta feira será de muita agitação política em Farroupilha. Prefeito pode sofrer impeachment



Em sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Farroupilha, marcada para esta sexta-feira, 15, os vereadores irão decidir sobre o futuro do atual prefeito, Claiton Gonçalves. A sessão inicia às 13h  e deverá se estender até a madrugada. O vereador relator Sedinei Catafesta (PSD) indicou a cassação de Gonçalves em três itens dos quatro apresentados pelos autores do terceiro pedido de afastamento do prefeito, o qual tem autoria da OAB-RS. São eles: a nomeação de um fiscal do município para atuar em função privativa de advogado, ilegal suplementação de crédito de R$ 10 mil para R$ 890 mil e a aquisição de terrenos sem autorização do Legislativo.

Nos bastidores é forte a tendência de que o prefeito será afastado. Juridicamente, tudo foi tentado para evitar a sessão, mas o judiciário não acatou nenhuma liminar.

Cerca de de 400 páginas serão lidas com tempo para todos os parlamentares se manifestarem. O prefeito Claiton Gonçalves terá duas horas para apresentar sua defesa.

A prefeitura emitiu o decreto número 6.793, que determina que os trabalhos ocorram de portas fechadas com limite de apenas 30 pessoas, restringindo o acompanhamento do julgamento somente pelas partes envolvidas. Com isso, a imprensa e o público estão restritos de participarem presencialmente.


Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal