Emissão de notas fiscais salta 10,3% em junho


A Receita Federal informou nesta segunda- feira,06, que as vendas registradas por meio de notas fiscais eletrônicas cresceram 15,6% na comparação com maio e a 10,3% em relação a junho de 2019, com uma média diária de R$ 23,9 bilhões.

Os dados mostram que o maior tombo causado pela pandemia foi registrado no mês de abril. Os números de junho são os maiores do ano e apontam para uma retomada da atividade econômica.

No Brasil, a média diária de vendas com notas fiscais eletrônicas atingiu R$ 23,9 bilhões em junho, o maior patamar do ano de 2020. Os números foram reajustados pela inflação, medida pelo IPCA.

Segundo o Fisco, a alta foi puxada pelo comércio eletrônico, que teve vendas crescentes em quantidade e em volume depois do início da pandemia. Em relação ao mesmo mês de 2019, a média diária de vendas apuradas em 2020 teve aumento de 20,6% em março; de 17,5% em abril; de 37,4% em maio e de 73% em junho.

23,9
jun.20
21,6
jan.20
23,1
fev.20
23,1
mar.20
19,0
abr.20
20,7
mai.20
23,9
jun.20
fonte: Receita Federal

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal