Moro no Fórum da Liberdade: " Se há corruptos é porque há corruptores"

Resultado de imagem para moro no forum da liberdade
Seis pré-candidatos à Presidência da República participaram nesta 2ª feira (9.abr.2018) do Fórum da Liberdade e apresentaram suas perspectivas para o país nos próximos anos.O fórum foi organizado pelo Instituto de Estudos Econômicos, em Porto Alegre (RS). Foi o 1º evento a reunir diversos pré-candidatos para comentar os mesmos tópicos.

Participaram Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB), João Amôedo (Novo), Henrique Meirelles (MDB) e Flávio Rocha (PRB). Jair Bolsonaro foi convidado, mas não compareceu .

Nesta terça um dos destaques foi a palestra do juiz Sérgio Moro.
Moro disse que corrupção não é uma questão de ideologia partidária. "É preciso fugir do debate ideológico. Corrupção não é de direita ou de esquerda. Existem políticos bons e ruins nos partidos”.


O juiz também criticou as negociações políticas conduzidas por governos para tentar aprovar reformas necessárias ao País. "Falam que, em nome da governabilidade, é preciso fazer sacrifícios éticos, mas, quando se transige com corrupção para aprovar reforma, isso é negativo", afirmou o juiz federal, defendendo mudanças no sistema representativo do País.

Moro também disse que " (...) se há corrupto é porque há corruptores",referindo-se a empresários." É importante que outros setores se movimentem, setor privado, sociedade e governo, reduzindo oportunidades de corrupção. Isso foi feito - mas pouco - no Brasil", disse Moro.

Em sua fala, o juiz também exaltou a Lava Jato e defendeu reformas mais amplas para acabar com o loteamento político de cargos no Brasil. "É necessário ter reformas mais amplas para diminuir incentivos à corrupção. Isso que chamamos de loteamento político de cargos públicos se encontra na raiz dos problemas da Petrobras", concluiu;

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS