Deputado José Otávio diz que foi chanteageado, não é drogado e será candidato à reeleição.

Afastado das atividades do Partido Progressista (PP) depois de se envolver em um escândalo com duas transexuais, o deputado José Otávio Germano concedeu entrevista a jornalista da RBS, Carolina Bahia. O deputado disse que não pretende abrir mão da candidatura à reeleição de deputado federal, negou ser usuário de drogas e afirmou que foi vítima de armação de um antigo relacionamento e que vai dar a sua versão dos fatos à executiva do partido.

Para comprovar o que estava dizendo, o deputado mostrou mensagens de WhatsApp e no Instagram de uma mulher bonita e bem jovem, que pedia R$ 3,5 mil e ameaçava vingança se não recebesse os valores. De acordo com ele, foi " um antigo relacionamento, uma "ficante". Tudo acabou e ela começou a me extorquir. Como eu não paguei, ela levou aquelas travestis de Cachoeira (do Sul) para Porto Alegre para fazer aquele escândalo", disse.

Perguntou a jornalista:

- Alguns colegas seus afirmam que o senhor é doente e deveria se tratar. O senhor consome drogas?

- "Não uso drogas. Não tenho motivo para me tratar", afirmou.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS