PP faz convenção neste sábado mas não sabe , até agora, se terá candidato a governador e ao Senado


Após seis horas de reunião da Executiva do Partido Progressista, nesta sexta-feira, em Porto Alegre, o deputado federal Luiz Carlos Heinze - que saiu rapidamente da sede do partido e evitou dar entrevista - informou à Executiva do PP que vai anunciar apenas neste sábado se aceita concorrer ao Senado. A exigência do parlamentar para disputar a vaga passa por um acordo do partido na proporcional com o PSDB, o que significaria uma coligação para a Câmara Federal e a Assembleia Legislativa.
Resultado de imagem para dante barone pp
Único parlamentar a comentar a decisão da Executiva, após tensa reunião, o deputado federal Renato Molling garantiu que o colega condicionou sua candidatura à parceria com os tucanos. "O Heinze ficou de dar uma resposta até amanhã (sábado) se aceita concorrer ao Senado, com coligação com PSDB na proporcional, tanto para federal quanto estadual. Essa foi a proposta que a maior parte da Executiva definiu, foi quase unanimidade", avaliou.

Mesmo com uma parte da base insatisfeita, nos últimos dias, com as reviravoltas internas, Molling acredita que a confirmação da senadora Ana Amélia de concorrer a vice na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB) pode trazer resultados positivos. "Sempre tem gente que sai insatisfeita, mas quando se olha para um projeto maior ao país, o restante é menos importante", observou. E acrescentou: "Acreditamos que eles possam ser vitoriosos, fazer uma grande gestão e fazer o país andar". As informações são do Correio do Povo.

A convenção do PP começa as 9h, no auditório Dante Barone da Assembleia legislativa.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS