Pular para o conteúdo principal

Mudança sem Ruptura Parte I: Bento uma das 20 melhores cidades do país para se investir

Estamos em ano eleitoral. E a arena política já começa a entrar em clima de agitação. Surgem os pseudo moralistas que até agora estavam ocultos e subitamente aparecem do nada, com publicações, críticas, inverdades e segundas intenções. É preciso fugir do espetáculo e buscar a informação correta. Até outro dia estavam de um lado do balcão, e agora estão do outro. Alguns perderam a “boquinha” por incompetentes que são, ou então, perderam as últimas eleições e desde lá tentam conquistar aquilo que a democracia disse não! Eleição municipal é sempre um ensaio para o grande embate, mas afinal do que precisamos? Mudança sem ruptura! Senão vejamos.

Em Bento Gonçalves, houve um tempo em que os governos pareciam ser inimigos da classe empresarial. Foi assim no Estado e no país. O populismo governante inimigo do investimento. Em 2019 a prefeitura aprovou a Lei de Liberdade Econômica. Lei esta que se juntou a Lei Municipal de Incentivo ao Desenvolvimento Econômico, que foi promulgada em 2015. A desburocratização para abertura de empresas no município beneficia mais de 400 atividades econômicas. 58 atividades são isentas de licenciamento ambiental e pelo menos 119 também tem seu licenciamento simplificado. Essas medidas deram um impulso ainda maior a economia, gerando mais emprego e mais renda. Dando oportunidade para quem quer empreender. Alguém já disse “o melhor programa social que um governo pode ter é o emprego”. No último ano, foram criadas em Bento mais de 2 mil empresas. Se compararmos com 2013, quando o governo do Prefeito Pasin assumiu, os números são ainda mais expressivos. De 10.621 CNPJs para 16.733, um avanço de mais de 57%. E, em tempos de grande informalidade, e de mercado retraído, isso algo difícil de ver em qualquer cidade do país. Em 2015, a prefeitura implantou a Sala do Empreendedor. É um exemplo do salto de empreendedorismo que Bento conquistou. 55 mil atendimentos registrados desde a instalação. E isso significa, na prática, mais agilidade, menos burocracia, mais facilidade para quem empreende. Redução de custos, agilidade e a cidade crescendo junto. Recente levantamento da consultoria Urban Systems colocou Bento Gonçalves como uma das 20 cidades brasileiras que oferecem as melhores condições para os investidores. Bento é hoje a 43ª principal economia do país. Se é verdade que Bento pode mais, há muito por fazer, mas é preciso reconhecer que a população tem muito a se orgulhar e deve seguir neste caminho.





Postagens mais visitadas deste blog

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal

Foi apresentado nesta sexta-feira(14) para um pequeno grupo de autoridades, empresários e corretores de imóveis em Arroio do Sal, o projeto de construção do novo porto marítimo do litoral norte do RS. Um grupo de investidores russos, do Grupo Doha Investimentos e Participações SA, vai construir o porto, em Arroio Seco/Arroio do Sal. Cerca de 25 mil empregos diretos e indiretos deverão ser gerados a partir da operação do porto. Os empreendedores russos têm 1 bilhão de dólares, para investir. O dinheiro já está garantido. A ideia é aproximar o comércio brasileiro da União económica euro-asiática. Um mercado comum que abrange 170 milhões de pessoas e significa um PIB da ordem dos US$ 2,2 trilhões de euros. Atualmente, a organização é composta pela Armênia, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão e Rússia. O empreendimento vai modificar sobremaneira a realidade dos municípios do litoral norte, sem contar a valorização imobiliária prevista no entorno.

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Em delação premiada, o advogado Alexandre Correa Romano, da Odebrecht, contou para a Polícia Federal como manteve tórrido romance com Gleisi num hotel de luxo dos Alpes da Suíça. Lá onde o calor dos corpos costuma afastar o frio, Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT, entregou seu coração ao amante. E Paulo Bernardo, o marido traído, ficava em Brasília, seja como ministro do Planejamento, seja ocupando a cadeira principal do Ministério das Comunicações, enquanto sua estrela predileta flutuava em na realização de suas fantasias eróticas. O jornalista Mino Pedrosa conta em detalhes escandalosos as razões que estão por trás do apelido que a Odebrecht aplicou na senadora Gleisi Hoffman No rastro do advogado Alexandre Correa Romano, a Polícia Federal encontrou um flat que era utilizado para guardar dinheiro e encontros clandestinos e amorosos. Segundo documentos da Operação Lava Jato, o flat fica na rua Jorge Chamas, 334, apartamento 44, em São Paulo. Romano recebia hósp

Russos querem mesmo construir porto em Arroio do Sal

O deputado federal gaúcho Bibo Nunes apresentou ao governador Eduardo Leite, sexta-feira, o protocolo de intenções que demonstra o interesse de grupos privados russos em investir um total de R$ 3,56 bilhões na construção de um porto em Arroio do Sal, Litoral Norte do RS. O investimento, inicialmente projetado em cerca de 1 bilhão de dólares pelo secretário do Meio Ambiente, Agropecuária e Pesca de Arroio do Sal, Luis Schmidt, pode chegar a US$ 2,8 bilhões. A prefeitura já concedeu viabilidade econômica para o projeto. São necessárias outras liberações. Além dos investidores russos, há investidores brasileiros, como a Doha, com experiência em portos, o Grupo Del Rio, a IG Consultoria e a GS Business. A intenção do grupo, segundo o prefeito Bolão, é instalar a pedra fundamental da obra em março de 2020.