Bento Gonçalves perde o empresário José Eugênio Farina

Fisul Personalidades apresenta José Eugênio Farina - SERRANOSSA
Bento Gonçalves perdeu nesta quarta-feira um dos seus mais ilustres e inspirador empreendedor. Morreu o empresário José Eugênio Farina, presidente do Conselho Consultivo do Grupo Todeschini. Ele tinha 95 anos. A causa da morte não foi divulgada. Ele já vinha sendo submetido a tratamento de saúde há algum tempo. Estava em casa buscando recuperar-se de um AVC.

"'Seu Farina', como conhecido por todos, deixa um legado de empreendedorismo, liderança, trabalho e respeito a todos que conviveram com ele. Lamentamos e compartilhamos o pesar neste momento de perda com sua família." , diz trecho da nota de pesar postada na rede social da empresa e assinada pela direção.

Seu Farina, era uma pessoa inspiradora, dona de um sorriso contagiante. Sempre motivado, conciliador e com um visão de vanguarda para seu negócio ele construiu um sólido grupo empresarial, que se tornou referência nacional e internacional. Deu emprego para várias gerações de bentogonçalvenses, e até de outras milhares de famílias que vieram morar e trabalhar em Bento Gonçalves.

José Eugênio Farina iniciou sua vida profissional com 12 anos, como balconista de uma farmácia. Depois, trabalhou em um armazém de secos e molhados, como balconista em uma agência de automóveis até chegar ao cargo de diretor na Metalúrgica Bento Gonçalves e na Farina S/A.

Em 1971, ele adquiriu ações da Todeschini S/A, reconhecida como uma das mais proeminentes fabricantes de acordeões da América Latina, entretanto com o famoso instrumento já entrando em declínio comercial. Assim, direcionou sua ação para o mercado moveleiro. Após um incêndio que destruiu todas as instalações, iniciou uma caminhada rumo ao desenvolvimento e crescimento do mercado moveleiro brasileiro. Iniciava-se a fabricação de móveis componíveis. Atualmente, a Todeschini S/A é uma das maiores empresas do setor moveleiro, reconhecida internacionalmente, e atuando em diversos segmentos através de suas coligadas Italínea, Criare, Carraro, Avantti, Todesmade, Todesflor, Grato e Todescredi.

Farina também é reconhecido por sua contribuição comunitária. Durante sua trajetória, integrou diversas entidades empresariais e sociais, sendo presidente do CIC-BG, da Fenavinho, da Apae, do Conselho Administrativo do Hospital Dr. Bartholomeu Tacchini, dentre tantas outras.

Seu Farina sempre dizai "A Todeschini se tornou a empresa que é graças as pessoas que trabalham aqui. Somos feitos de pessoas e, se chegamos até aqui foi por causa delas'.

Na passagem dos 80 anos da Todeschini, disse: " é emocionante pensar no que nos transformamos, e no futuro da marca que é construído todos os dias. A Todeschini sempre foi um grande sonho. E ainda é”.

Seus ensinamentos permanecem entre nós.

POSTAGENS MAIS VISITADAS